PRINCIPAL    EQUIPE    LIVRO DE VISITAS    LINKS    ARQUIVO DE ATUALIZAÇÕES    ARQUIVO DE COLUNAS    CONTATO

PARAÍSO DA FOLIA

PARAÍSO DA FOLIA

PRESIDENTE João Salles Neto
DIRETOR DE CARNAVAL Thiago Meiners
CARNAVALESCO Sérgio Razera Júnior
INTÉRPRETE Zé Paulo Sierra
CORES Azul, Branco e Dourado
FUNDAÇÃO 1/11/2009
CIDADE-SEDE João Pessoa-PB
SÍMBOLO Coroa

O G.R.E.S.V. Paraíso da Folia foi criado após algumas desavenças com membros de outra escola virtual, onde o atual presidente (João Salles) e alguns amigos decidiram criar uma nova escola virtual. Fundamos a Paraíso no dia 01/11/2009, o dia de todos os santos, para abençoarem a nossa escola. Primeiramente, a escola foi chamada de Paraíso do Samba, mas, posteriormente, o nome foi alterado para Paraíso da Folia. As cores são Azul, Dourado e Branco e o símbolo, uma Coroa.

A escola tentou em 2010 fazer sua estreia no Carnaval Virtual do CAESV. Com o enredo “Imaginação: Asas para uma louca ilusão!” de autoria de João Carlos e com um bom samba de autoria de Leandro Thomaz, Luiz Henrique, Murilo Sousa e Yuri Aguiar a escola acreditou até o último minuto que conseguiria, porém, infelizmente não foi em 2010 que conseguiria realizar sua estreia no Carnaval Virtual do CAESV.

Em 2011, a escola finalmente conseguiu desfilar no Carnaval Virtual 2011 do CAESV. O enredo “Incrível!” de autoria de João Carlos foi desenvolvido plasticamente pelo carnavalesco João Luiz Dias e musicalmente contado no samba de autoria de Thiago Meiners e interpretando também pelo Thiago Meiners. A escola ficou em 12º Lugar com 49,1 pontos.

Já para 2012, a escola reformulou seu quadro de integrantes. Chegaram o carnavalesco Leonardo Augusto, o intérprete Tiganá, e Thiago Meiners ficando responsável pelo enredo de 2012, enredo esse que falava do “O africano coração – No reino das águas escuras reina o amor e a fé!”. O samba de autoria de Rodrigo Meiners e Luís Butti foi aclamado no pré carnaval como um dos melhores do Carnaval Virtual 2012! A escola ficou em 3º Lugar com 19 pontos, subindo assim para o Grupo de Acesso da LIESV em 2013!

No ano de 2013 a escola estreou no Grupo de Acesso da LIESV. Animada com o grande trabalho feito em 2012 no CAESV, a escola optou por renovar mais uma vez seu quadro de integrantes e apostou em um jovem carnavalesco, porém com grande talento e um futuro promissor, o catarinense  Augusto Murilo de 15 anos assumiu a responsabilidade de criar os desenhos da Paraíso da Folia, além do novo carnavalesco a escola trouxe o intérprete Igor Viana e apostou na continuidade de uma temática afro no enredo de 2013. Com o enredo “No terreiro da Paraíso: O canto de Kianda – A sereia de Angola” de autoria de Thiago Meiners um samba de autoria de João Pinho, Rodrigo Raposa, Leandro Thomaz, Matheus Araújo, João Marcos, Rodrigo Meiners, Vinicius Serino, André Rodrigues e Theo Valter a escola apresentou um grande desfile ganhando diversos prêmios. O resultado porém, não foi o que a escola esperava, ficando apenas em 6º lugar com 97,8 pontos e não subindo para o Grupo Especial da LIESV.

Para o Grupo de Acesso do Carnaval Virtual da LIESV de 2014 a escola apostou na continuidade de sua equipe mudando apenas o intérprete, Guto foi o escolhido para defender o samba dos autores Moisés e Alexandre Gordão que contavam a história do enredo “Quinteto Violado: O Canto do Nordeste e a Raiz do Sertão!” de autoria de Thiago Meiners. A escola apresentou um grande desfile, aclamado por todos e sagrou-se CAMPEÃ do Grupo de Acesso do Carnaval Virtual 2014 da LIESV com 99,8 pontos, subindo assim para o Grupo Especial da LIESV em 2015!

Em 2015, fazendo sua estreia no Grupo Especial da LIESV, a escola trouxe de volta o intérprete Igor Viana para o microfone oficial da escola e o carnavalesco Leonardo Augusto para dividir com Augusto Murilo a responsabilidade da plástica da escola. Com o enredo “Carlos Gomes: Essência e Brasilidade” do autor Thiago Meiners e o samba de autoria de Moisés e Alexandre Gordão, a Paraíso da Folia ficou em 10º lugar do Grupo Especial da LIESV com 144,7 pontos.

Para 2016 a agremiação decidiu fazer mais uma mudança geral no quadro de integrantes, Rodrigo Meiners chegou para fazer os desenhos da escola no lugar de Augusto Murilo que se desligou da Paraíso da Folia para se dedicar ao carnaval real. O enredo de 2016 foi de autoria de Thiago Meiners. A escola finalizou a apuração em sexto lugar. A Paraíso em 2017 estreou o carnavalesco Adenil Silva e o resultado já foi melhor: um vice-campeonato no Grupo Especial. Em 2018, se classificou em quarto. O primeiro título viria em 2019.


Ano

Enredo

Colocação

2019 Movimento Armorial – Um Tributo aos Mestres e a Arte Popular 1º (Especial)
2018 Uma viagem fantástica rumo ao conhecimento da Lua – Um pequeno passo para o homem, um grande Carnaval para humanidade 4º (Especial)
2017 O Jogo da História 2º (Especial)
2016 Um Conto das Mil e Uma Noites – Lawrence da Arábia 6º (Especial)
2015 Carlos Gomes: Essência e Brasilidade 10º (Especial)
2014 Quinteto Violado - O Som do Nordeste e a Raiz do Sertão 1º (Acesso)
2013 No Terreiro da Paraíso: o Canto de Kianda - a Sereia de Angola 6º (Acesso)
2012 Africano Coração - No Reino das Águas Escuras Reina o Amor e a Fé 3º (CAESV)
2011 Incrível! 12º (CAESV)
2010 Imaginação: Asas para uma louca ilusão! 

não desfilou


SINOPSE ENREDO 2019

Movimento Armorial – Um Tributo aos Mestres e a Arte Popular


Uma missão em forma de arte: exaltar e preservar toda a cultura popular do nordeste do Brasil.

Missão idealizada por grandes mestres da nossa cultura, sejam escritores, pintores, romanceiros e, claro, o povo.

E essa cultura ficou marcada quando o cirandeiro entrou na roda, quando o romanceiro declamou seus poemas, quando a literatura de cordel retratou a vida do valente cabra da peste, quando a xilogravura ganhou forma pelas mãos dos mais humildes artistas.

O ideal de preservar ganhou uma metáfora ocidental. O movimento armorial em traços europeus. Uma luta estaria travada contra aqueles que desejavam destruir os elementos que formaram o nosso povo. Bandeiras, brasões, estandartes, castelos… É tempo de um universo medieval. É a defesa contra aqueles desejam nos ocultar.

Personagens do nosso folclore se tornam reais. São guardiões mágicos e encantados. Um palco é formado e ao ar livre, a expressão se revela fascinante. O teatro de rua, inspirado na comédia dell’arte, desta vez, tem seus heróis nordestinos… É Lampião e Maria Bonita em uma linda história de amor, misturados ao piano clássico. Parece loucura, né?

Loucura idealizada por Ariano Suassuna. Idealizador, mestre, romanceiro, escritor e, principalmente, um orgulhoso nordestino brasileiro. Foram seus ideais que reacenderam a chama da cultura de um povo. Fiéis seguidores seguiram seus passos e seus sonhos. O Auto da Compadecida, O Romance d’A Pedra do Reino e o Príncipe do Sangue do Vai-e-Volta estarão presentes… Sejam nos versos, nas formas e na cultura. É o movimento armorial, defensor do Brasil.

Pernambuco se enfeita de cores, magia, fitas, vendedores, fantasias… Um grande carnaval a céu aberto pra exaltar aqueles que tanto lutaram… Esse é o Brasil de todos, como dizem por aí… É o Brasil que deveria ser explorado e disseminado… Inspirado na sua missão, o Paraíso da Folia segue a sua missão… Defender a cultura do Brasil.